CHEGA AO BRASIL A MELHOR TV PELO COMPUTADOR SEM MENSALIDADES - CLIQUE AQUI

 

Fasciolíase - Sinais, Sintomas E Tratamento Da Doença

Entrar

Enviar Vídeos Enviar Fotos Enviar Notícias

Fasciolíase - Sinais, Sintomas E Tratamento Da Doença

Postado em 31/03/2009 às 09:41 por Cabuloso.com - aprovado por Cabuloso.com - Enviar por E-mail
O que é Fasciolíase? A Fasciolíase ou Fasciolose é uma doença causada pelo parasita platelminte Fasciola hepatica e por vezes também pelo Fasciola gigantica. Este parasita aloja-se nos canais biliares e no fígado. Sinais e Sintomas de Fasciolíase: Em grande parte dos infectados a doença é assintomática. Em outros, produz sintomas e sinais como febre, tremores, dor na zona do fígado (quadrante superior direito, junto às costelas), vómitos, hepatomegália, e eosinofilia (aumento nos leucócitos que combatem os parasitas: eosinófilos). Se existirem muitos ou por períodos prolongados pode surgir sintomas de obstrução dos canais biliares e de hepatite como icterícia (pele e conjunctiva do olho amarelas), diarreia ou anemia. Os parasitas podem também por vezes produzir áreas de necrose no fígado. A fasciolose consiste em infecção inicial do fígado, com formação de lesões necróticas e fibrosas; posteriormente ocorre hipertrofia dos canalículos biliares, com necrose de lóbulos hepáticos, distensão da cápsula hepática, colecistite, litíase e cirrose biliares. Na fase aguda, manifesta-se com febre, eosinofilia, aumento doloroso do fígado, leucocitose e diarréia; cronicamente ocorrem dor abdominal, diarréia, hepatomegalia, eosinofilia, anemia, perda de peso e complicações da cirrose. Tratamento O diagnóstico é possivel cerca de três meses após a infecção inicial, quando os ovos começam a ser excretados nas fezes e são visiveis em amostras fecais com ajuda de microscópio óptico. Esse diagnóstico laboratorial feito pela visualização dos ovos nas fezes pode não ser conclusivo, pois pode aparecer ovos de Fasciola nas fezes de indivíduos que tenham ingerido fígado contaminado. Recomenda-se então, a sorologia através das técnicas de imunofluorescência, reação de fixação de complemento e ELISA. Ainda pode ser realizada a intradermorreação através da inoculação de antígenos.O diagnóstico também pode ser realizado em exames de resonância magnética e tomografia computadorizada nos casos onde a necrose liquefativa evolui para um abcesso ou cisto. O tratamento é realizado com triclabendazole.

PARTICIPE DE NOSA FANPAGE OFICIAL CABULOSO.COM

Você precisa ser um usuário registrado para poder postar comentários no Cabuloso.com! Registre-se gratuitamente!